São Paulo, 6 de janeiro de 2017.

À
Comissão de Valores Mobiliários
Rua Sete de Setembro, 111, 33º andar
Centro, Rio de Janeiro - RJ

At.: Ilmo. Sr. Gerente de Acompanhamento de Empresas 2
Guilherme Rocha Lopes

Ref.: Ofício nº 12/2017/CVM/SEP/GEA-2

Prezados Senhores,

Vimos, por meio desta, manifestar-nos acerca da notícia veiculada no portal de notícias Reuters Brasil intitulada "EXCLUSIVO - BRF prepara IPO de US$1,5 bi da One Foods entre março e abril", divulgada em 5 de janeiro de 2017, conforme solicitado por essa D. Autarquia por intermédio do Ofício nº 12/2017/CVM/SEP/GEA-2, abaixo transcrito.

Nesse sentido, cabe primeiramente ressaltar que, em resposta a Ofício enviado pela CVM, divulgada em 25 de julho de 2016 por meio de Comunicado ao Mercado, a Companhia informou ao mercado que estava estudando alternativas estratégicas para o projeto de acelerar a expansão e o crescimento da Sadia Halal (atualmente denominada de OneFoods), que teve a aprovação de sua constituição informada ao mercado em 30 de junho de 2016. Nesse mesmo Comunicado, a Companhia informou que, dentre tais alternativas, estava a possibilidade de realização de investimento de terceiros, o que poderia se dar tanto por meio de uma captação privada (private placement), como de uma captação pública (IPO), mas que ainda não havia qualquer decisão interna acerca da matéria que justificasse uma divulgação.

Em 8 de novembro de 2016, dando sequência aos comunicados anteriores, a Companhia divulgou um novo comunicado ao mercado informado a formalização da contratação de bancos de investimento para assessorar a Companhia em potenciais investimentos a serem realizados por terceiros na OneFoods.

Assim, desde 25 de julho de 2016, é de amplo conhecimento do mercado que, entre outras alternativas, poderia ser realizada uma oferta pública inicial de ações da OneFoods.

Por último, em 4 de janeiro de 2017, a Companhia divulgou comunicado ao mercado informando o início das operações da OneFoods e reiterando que continua analisando alternativas estratégicas para o negócio halal que permitam a potencialização de sua expansão, seja nos mercados em que atua ou em novos mercados ainda não atendidos pela Companhia.

Feitos esses importantes esclarecimentos, a Companhia reitera que considera a realização do IPO da OneFoods, que poderá ocorrer na Bolsa de Londres, sem descartar a realização de captação privada, dentre outras alternativas. No entanto, não há, no presente momento, qualquer aprovação nesse sentido do Conselho de Administração, que, nos termos do Estatuto Social, é o órgão competente para aprovar a emissão de valores mobiliários de qualquer controlada da Companhia - como é o caso da OneFoods.

Não há que se falar, portanto, neste momento, em qualquer decisão relevante não divulgada ao mercado. A Companhia manterá o mercado informado sobre quaisquer atualizações relevantes relacionadas a este tema, nos termos da regulamentação aplicável.

Atenciosamente,

José Alexandre Carneiro Borges
Diretor Vice-Presidente de Finanças e Relações com Investidores

Mapa de RI